Métodos de Controle de Cupins

Métodos de Controle de Cupins de Madeira Seca

Detecção dos cupins de madeira seca

Numa infestação de cupins de madeira seca o mais difícil é avaliar a extensão da infestação no local. A localização exata da infestação é importante para a realização da desinfecção.

Tratamento prévio

O tratamento da madeira por inseticidas é uma medida sensata, sendo que estes inseticidas matam o cupim que se alimentar da madeira tratada.

Fumigação por calor

A fumigação por calor se dá no aquecimento ou abaixamento da temperatura do cupinzeiro até temperaturas que irão matar a colônia.

Remoção da madeira infestada

A remoção da madeira infestada elimina uma fonte contínua de novas infestações de cupins.

Controle biológico

Uma técnica empregada é o uso de fungos e protozoários que podem causar algum tipo de doença nos insetos.

Métodos de Controle de Cupins Subterrâneos

Barreiras químicas

Consiste na injeção de inseticidas líquidos em perfurações ao longo da residência. Para utilizar este método preventivo deve ser feita uma análise prévia da existência de lençóis freáticos no local, uma vez que este procedimento pode contaminar águas subterrâneas. Esta técnica muito utilizada em áreas urbanas com alta infestação de Coptotermes havilandi, como é o caso da cidade de São Paulo e Rio de Janeiro.

Barreiras Físicas

É um método preventivo que consiste em aplicar materiais impermeáveis a uma profundidade adequada, para que os cupins não consigam cruzar esta barreira. É uma técnica muito utilizada nas cidades do Rio de Janeiro e São Paulo.

Iscas

Este método tem como função, atrair os cupins para as iscas de madeiras ou papelão, tratadas com pesticidas. Os cupins, após se alimentarem destas iscas, se contaminam e dissemina o pesticida pela colônia, exterminado a mesma.